Bolo-de-rolo, patrimônio pernambucano

Camadas bem fininhas, polvilhado com açúcar refinado e um recheio de goiaba de dar água na boca, conseguiu imaginar daí? Pois é, esse é o tradicional bolo-de-rolo, patrimônio imaterial e cultural de Pernambuco, desde 2007 pela Lei ordinária de nº. 379. O bolo mais famoso do nordeste teve destaque na última festa do líder da casa mais vigiada do Brasil, que, claro, é um pernambucano raiz. Delicado e muito delicioso, a iguaria é uma marca registrada do estado. 

Para aqueles que não conhecem, o bolo de rolo surgiu a partir de um bolo português, conhecido como “colchão de noiva”, que no seu recheio era composto de amêndoas. Chegando no Brasil, principalmente no nordeste, com a dificuldade de encontrar os ingredientes, ele foi sofrendo adaptações, até chegar ao famoso recheio de goiaba, o doce de goiabada. Com o passar do tempo, as camadas foram ficando cada vez mais finas, se parecendo com um rolo, por isso a origem do nome.

Há quem diga que ele seja uma espécie de rocambole, mas esse comentário não agrada nem um pouco os pernambucanos. O bolo-de-rolo já ganhou o mundo e é preparado em todos os estados brasileiros, mas a receita de Pernambuco tem características e formas de fazer próprias, o que agrada os turistas de todo lugar. 
Para conferir a receita dessa sobremesa extremamente saborosa, clique aqui.

FITS - Faculdade Tiradentes de Jaboatão dos Guararapes
  • Tel: +55 (81) 3878-5701

Privacidade de Dados